Certa sexta-feira
Noite e luar
Vem, nessas ruas frias por andar

Um bicho de modos maus
Com o seu cantar igual
Sete vidas que chegar
Sempre setes a contar

Sai sem nunca saber onde vai dar
Vai nessas ruas quentes por andar

Anda, corre, uiva, morre,
Vira lobo, homem lobisomem